VER-O-FATO: GOVERNO DÁ BANANA PARA CONCURSADOS E SEDUC ABRE PROCESSO SELETIVO; NA TERÇA, PROTESTO

sábado, 17 de junho de 2017

GOVERNO DÁ BANANA PARA CONCURSADOS E SEDUC ABRE PROCESSO SELETIVO; NA TERÇA, PROTESTO

Uma publicação escondida no cantinho inferior direito da página 96 da edição nº 33.395, do Diário Oficial do Estado, veiculada na última quarta-feira, dia 14, informa que a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) está "tornando pública" a abertura de Processo Seletivo Simplificado (PSS), para a modalidade Educação Especial.
De acordo com a publicação, uma comissão de avaliação, já nomeada, em maio deste ano, está responsável pela captação dos currículos dos "interessados" e fará a "seleção". As inscrições serão gratuitas e começam a partir , a partir do dia 21 de junho, por meio do site da Seduc.

De acordo com o presidente da Associação dos Concursados do Pará (Asconpa), José Emílio Almeida, a abertura deste PSS revela o que já sabem, todos os aprovados no Concurso Público C-167, promovido pela Seduc em 2012: o governo mente quando diz que não há necessidade de novos professores na Educação Especial. E o governo não tem apenas necessidade, tem recursos para pagar os salários de novos servidores.
"O que o governo não tem é respeito pela população que, confiando na seriedade do concurso público, ofertado há cinco anos, pagaram inscrição e investiram na preparação para conseguirem a classificação", afirma José Emílio Almeida, lembrando que uma ação civil pública, ajuizada pelo Ministério Público do Estado, determinando a nomeação destes concursados, com pagamento de multa, em caso de descumprimento, "foi ignorada pelo Estado".
Nota da Asconpa enviada ao Ver-o-Fato diz que tanto o governador do Estado, Simão Jatene, quanto as secretárias de Administração e Educação, Alice Viana e Ana Claudia Hage, bem como o procurador-geral do Estado, Ofir Cavalcante, "afrontam a Justiça por saberem que não serão por isso punidos, como se fossem intocáveis. Se nada for feito contra mais esse insulto à Justiça".
No próximo dia 20, (terça-feira), às 9 horas da manhã, os concursados farão uma manifestação de protesto em frente à Secretaria de Administração do Estado (SEAD), para cobrar as suas nomeações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário