sexta-feira, 19 de maio de 2017

PT COMPROU COM PROPINA APOIO DE JADER A DILMA, DIZ EXECUTIVO DA JBS



No relato do executivo do Grupo JBS, Ricardo Saud, o senador paraense Jader Barbalho (PMDB) vendeu seu apoio a Dilma, na eleição de 2014, em troca de propina que o grupo deu para o PT, no valor de R$ 35 milhões, somente para "comprar senadores". Jader ameaçava apoiar Aécio Neves se não pagasse o que queria.

https://www.facebook.com/radionet.assistencia/
Segundo a delação de Saud, liberada no começo da tarde de hoje pelo Supremo Tribunal Federal (STF) - leia-se ministro Edson Fachin -, além de Jader, quem vendeu seu apoio à eleição de Dilma, também ameaçando apoiar Aécio Neves, foram os senadores Eduardo Braga, Eunício Oliveira, Vital do Rego, Renan Calheiros e ainda "tinha R$ 1 milhão para a Kátia Abreu, mas ela não recebeu, ficou tudo para eles, lá". 

Claro que todos vão negar. Para variar.


2 comentários:

  1. Já até sei o que vão dizer:
    "Não sei de nada", "Não vi nada", "Não conheço"...
    A típica frase de político.

    Poderiam desarquivar o caso da SUDAM/RANÁRIO e anexar com esse!

    ResponderExcluir
  2. Também deveriam agilizar a cassação do Prefeito Zenaldo que foi cassado duas vezes e nada da Magistrada concluir

    ResponderExcluir