domingo, 21 de maio de 2017

O PENDRIVE QUE GRAVOU TEMER


Eis o gravador - na verdade, um pendrive que grava e reproduz áudio - usado pelo empresário Joesley Batista para gravar o encontro com o presidente Michel Temer. Não há nada de sofisticado no equipamento. 


https://www.facebook.com/radionet.assistencia/
É um aparelho engenhoso, não de alta tecnologia - uma engenhoca bem brasileira. Foi modificado para, em tese, não ser flagrado numa possível revista em detector de metal - uma preocupação de Joesley antes de decidir gravar o presidente.

A equipe de Joesley cobriu o gravador com borracha, de modo a melhorar a captação de som. O equipamento é disfarçado como pen drive. Foi uma “operação caseira”, na definição dos envolvidos. 

Segundo a revista Época, devido, em parte, à má qualidade do som captado. Joesley precisava de um aparelho discreto, mas que não falhasse.

Como Época revelou ontem, o arquivo de áudio com a íntegra da gravação foi entregue pelos advogados da JBS à PGR sem qualquer indício de edição - muito menos de manipulação que pudesse alterar o teor da conversa.

4 comentários:

  1. Carlos Mendes, acompanho o teu blog pela seriedade do noticiário. A verdade é que as classes dominantes do País, nelas incluindo petistas, esquerdopatas, direitistas furibundos etc etc, e as grandes corporações constituidas de banqueiros, JBS, Odebrecht e outras menos votadas. Basta verificar a imensa sonegação fiscal e a renúncia de impostos e chegaremos a origem do imenso rombo nas contas públicas. Por fim, louvando a tua luta, sugiro que transcrevas no blog, a inacreditável entrevista do Temer a Folha de São Paulo, ontem.

    ResponderExcluir
  2. Ok, Ronaldo. Estou verificando isso. Um abraço.

    ResponderExcluir