domingo, 9 de abril de 2017

E O BANPARÁ, QUANDO VAI?



Francisco Sidou - jornalista

Ponta de Pedras, no Marajó, é um município que tem um comércio próspero, grande potencial turístico  e uma economia em expansão. Mas sua população sofre há mais de dez anos pela ausência de uma agência bancária. O Basa saiu de lá há doze anos e até hoje os pontapedrenses não entenderam essa brusca retirada sem dizer os motivos nem mesmo um simples adeus.

Desde então todos os candidatos a prefeito e deputados prometem levar uma agência do Banpará.  Até o governador Jatene fez coro a essa promessa. E o Banpará nada.  O prédio já está pronto, acabado, mas abandonado e se deteriorando há quase quatro anos,lá na Rua Francisco Boulhosa (foto acima) , mas o dia D não chega. 

Promessas de palanque foram esquecidas após a derrota da ex-prefeita tucana, que apesar de ser amiga e do mesmo partido do governador Jatene não conseguiu tornar realidade esse sonho da sociedade local. Sem banco há mais de 10 anos, quando foi fechada sua única agência bancária (do Basa) , o município vê crescer seu potencial econômico na mesma proporção da insegurança de sua população.

São muitos e cada vez mais frequentes os assaltos a comerciantes, professores, trabalhadores, aposentados e pensionistas que são obrigados a vir a Belém para efetuar simples operações bancárias de depósito, saque ou pagamento. Os assaltos à mão armada acontecem logo após o desembarque em Belém, na modalidade "parada dada". 

O Banpará anuncia sua excelência na prestação de serviços como banco digital em vistosa e cara publicidade na TV. Mas a população de Ponta de Pedras ficaria feliz da vida com uma agência bem simples no modelo tradicional, analógico. 

Os deputados eleitos pelo Marajó só aparecem em Ponta de Pedras às vésperas das eleições. E apenas para renovar promessas já surradas e jamais cumpridas. A quem recorrer ? 

Quem sabe ao Papa Francisco ou ao Bispo do Marajó?

 

Um comentário:

  1. Promessas e mais promessa, também o sensacionalismo aqui dito, não foram 4 anos abandonados, foi cerca de 2 anos e meio, sem exageros meu caro, e ex-prefeita Consuelo, muitos em seu nome diz que o terreno foi doado por Vossa Senhoria, no entanto existem documentos que comprovem ao contrário, foi simplesmente comprado pelo Banpará.
    Vamos ser honesto, falta banco em Ponta de Pedras, o que vem é uma Agência local, que pelo menos irá suprir a necessidade de muitos, mas precisamos de mais escolas, hospitais, CINEMA que já teve e nem se fala mais disso, Parque e outros.

    ResponderExcluir