VER-O-FATO: UMA MULHER É AGREDIDA A CADA 7 MINUTOS NO BRASIL. ISTO TEM QUE ACABAR

quarta-feira, 8 de março de 2017

UMA MULHER É AGREDIDA A CADA 7 MINUTOS NO BRASIL. ISTO TEM QUE ACABAR

 
Todo dia é dia de lutar contra esse tipo de opressão. Na data específica cognominada "Dia Internacional da Mulher", não há nada a comemorar. E no Brasil, entre os relatos de violência contra a mulher, 85,85% corresponderam a situações em ambiente doméstico e familiar.

O país registrou, nos dez primeiros meses do ano passado, 63.090 denúncias de violência contra a mulher - o que corresponde a um relato a cada 7 minutos no País. Os dados são da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República, a partir de balanço dos relatos recebidos pelo Ligue 180. 

Entre estes registros, quase metade (31.432 ou 49,82%) corresponde a denúncias de violência física e 58,55% foram relatos de violência contra mulheres negras. 

O Ligue 180 também registrou 19.182 denúncias de violência psicológica (30,40%), 4.627 de violência moral (7,33%), 3.064 de violência sexual (4,86%) e 3.071 de cárcere privado (1,76%). Os atendimentos registrados mostram ainda que 77,83% das vítimas têm filhos e que mais de 80% destes filhos presenciaram ou também sofreram a violência. 

Os dados mostram ainda que, entre os relatos de violência, 85,85% corresponderam a situações em ambiente doméstico e familiar. Na maioria dos relatos (67,36%), as violências foram cometidas por homens com os quais as vítimas tinham ou já tiveram algum vínculo afetivo, como cônjuges, namorados, ex-cônjuges ou ex-namorados. Em cerca de 27% dos casos, o agressor era um familiar, amigo, vizinho ou conhecido. 

Resumo da ópera: somos um país de bárbaros, covardes e hipócritas. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário