VER-O-FATO: TEMER MANDA DIZER QUE SANTARÉM-CUIABÁ JÁ FOI LIBERADA. QUANTO À BR-230, MUDEZ

segunda-feira, 6 de março de 2017

TEMER MANDA DIZER QUE SANTARÉM-CUIABÁ JÁ FOI LIBERADA. QUANTO À BR-230, MUDEZ

As carretas já trafegam com soja rumo à Itaituba
A presidência da República enviou o seguinte comunicado ao Ver-o-Fato sobre a liberação da rodovia Santarém-Cuiabá (BR-163), onde mais de 3 mil carretas ficaram por mais de uma semana presas em atoleiros. A nota do governo de Michel Temer, porém, nada diz sobre os atoleiros que infernizam a vida de quem trafega por outra estrada federal, a Transamazônica (BR-230). Eis o comunicado do governo:

"Desde o final da manhã deste domingo (05/03) foram totalmente restabelecidos os níveis operacionais da BR-163/PA no trecho localizado entre as comunidades de Santa Luzia e Bela Vista do Caracol. Com o apoio do Exército Brasileiro e da Polícia Rodoviária Federal – PRF no ordenamento do trânsito, as frentes de trabalho do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes – DNIT estão atuando com mais equipamentos para reforçar os serviços na rodovia.

Uma nova frente de manutenção passará a atuar a partir desta segunda-feira, totalizando cinco equipes em campo. Para as funções de controle e monitoramento do tráfego, prevenção e combate a ilícitos, as equipes da PRF contam com viaturas, motocicletas e uma aeronave Bell 412, que permanecerão mobilizadas por tempo indeterminado.

 As carretas que se dirigiam ao sul, rumo a Mato Grosso, foram todas liberadas e no começo da tarde de domingo, o tráfego em direção ao norte, rumo a Miritituba, estava normalizado. Acesse aqui vídeo do tráfego registrado na tarde de hoje; as condições climáticas estavam favoráveis neste domingo: uma chuva leve e em pontos salteados não comprometeu o fluxo na rodovia. Um defeito no motor de um caminhão chegou a provocar a interdição total da rodovia no km 656, em Trairão/PA, mas as equipes de DNIT providenciaram um desvio para passagem pela lateral.

Em apoio às pessoas que se encontravam retidas na rodovia, a Defesa Civil disponibilizou, neste final de semana, 3.000 cestas de alimentos e 3.000 galões de água. Mil cestas já foram entregues aos caminhoneiros, em Caracol. Os demais serão entregues com o apoio do Exército.

Desde a noite de sábado, o tráfego de carretas vazias no sentido sul já estava ocorrendo com normalidade. O número de caminhões ainda estacionados no distrito de Caracol, aguardando autorização da PRF para prosseguir, não ultrapassava 300 unidades, naquele momento, e foi normalizado no domingo.  O trânsito flui no sistema Pare e Siga, ou seja, é liberado alternadamente o fluxo em um sentido e, depois, em outro sentido.  

O Comitê Gestor composto por representantes do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Casa Civil, Ministério da Agricultura, DNIT, PRF, Exército, Defesa Civil e empresas do setor agrícola e transportadoras está reunindo as informações sobre a previsão do fluxo de carretas carregadas em direção à Miritituba. 

O objetivo é organizar o volume de veículos que se dirigem ao norte a fim de evitar novas retenções, com a aglomeração das carretas. Uma reunião do Comitê Gestor está agendada para esta segunda-feira (06/03).

Nenhum comentário:

Postar um comentário