quinta-feira, 30 de março de 2017

SERVIDORES VÃO ÀS RUAS NESTA SEXTA-FEIRA E COBRAM DE JATENE REAJUSTE SALARIAL

Os servidores querem reajuste e admissão de concursados. Foto Rui Baiano


Eles vão fazer muito barulho, nesta sexta-feira pela manhã, na porta da Secretaria Estadual de Administração (Sead), cobrando respostas do governador Simão Jatene para sua pauta de reivindicações salariais. O Fórum de Entidades Sindicais dos Servidores Públicos do Estado, que representa  os funcionários, mobilizou toda a categoria para a manifestação, a partir das 8h30, na travessa do Chaco.

Os servidores querem saber da secretária de Administração, Alice Viana, como fica a proposta encaminhada ao governo com relação à campanha salarial de 2017. A coordenação do Sindsaúde vai participar da manifestação, juntamente com outras 20 organizações representativas dos servidores públicos.

A pauta de reivindicações deliberada pelos servidores foi encaminhada à Sead em 14 de março último, com pedido de audiência para a próxima sexta-feira, 31 de março. Caso os representantes sindicais não sejam atendidos pelo governo, a categoria vai decidir que rumo tomar durante assembleia a ser realizada na frente da secretaria.

A pauta de reivindicações é a seguinte:

Reposição salarial do período de abril de 2015 a março de 2017, corrigida pela inflação medida pelo INPC, para todos os servidores públicos estaduais a partir de 1º de abril deste ano.

Recomposição salarial de 3% sobre os vencimentos de todos os servidores, a fim de compensar o reajuste de 3% do IASEP e a retirada de vantagens e gratificações através de decretos editados pelo governo.

Mesa permanente de negociação, criada através de decreto, com a participação de técnicos do governo e das entidades sindicais, para elaborar propostas de reposição de perdas salariais históricas, acumuladas ao longo dos anos, calculadas pela Dieese em 60%.

Incorporação do abono salarial aos vencimentos dos servidores de nível médio. Reajuste de R$ 200,00 ao auxílio alimentação para todos os servidores.

Instalação de mesa temática com representatividade paritária das entidades sindicais e do governo para elaborar proposta do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) das categorias que ainda não implantaram esse instrumento.

Nomeação de servidores aprovados em concursos públicos e realização de novos concursos para os órgãos com carência de pessoal, além da suspensão dos Processos Seletivos Simplificados (PSS).  (Fonte: Paulo Jordão, da assessoria de imprensa do Sindsaúde - Contato: 98219-8464.

Nenhum comentário:

Postar um comentário