sexta-feira, 17 de março de 2017

PRESO ACUSADO DE USAR NOME DO DEPUTADO EDER MAURO E APLICAR GOLPE PELO FACEBOOK


A Polícia Civil do Pará por meio da Divisão de Investigações e Operações Especiais (Dioe) prendeu um homem acusado de usar o nome do deputado federal Delegado Éder Mauro nas redes sociais para aplicar o golpe da venda de veículos.

Jadson Loureno Araújo Fonseca (foto ao lado) foi preso na localidade de Itatin, na Bahia, nesta quinta-feira (16), após as investigações da Polícia Civil o apontarem como responsável pelo perfil falso no facebook que usava o nome de Éder Mauro para vender carros, motos e até bolsas de estudo. 

O acusado fez dezenas de vítimas no Pará e confessou à Polícia ter faturado cerca de R$ 150 mil com os golpes, conforme informações fornecidas pela Dioe. O mandado de prisão foi expedido pela Justiça paraense e o acusado está sendo transferido para Belém, com previsão de chegada neste fim de semana, de acordo com as informações da Polícia.

Éder Mauro vem acompanhando o caso de perto desde as primeiras denúncias. “Quero agradecer a ação da Polícia Civil e do Judiciário que não mediram esforços e atenderam nosso apelo para prender este criminoso que usava o meu nome para aplicar golpe nas pessoas”, declarou.

Assim que o acusado chegar em solo paraense, as vítimas devem procurar a delegacia onde receberão maiores informações sobre o caso. O deputado alerta e deixa claro que não comercializa nada pelas redes sociais. "As mídias digitais oficiais são exclusivamente para prestar contas das ações do meu mandato", resumiu o parlamentar.



Nenhum comentário:

Postar um comentário