VER-O-FATO: ELEIÇÃO MILIONÁRIA, RIXA E CLIMA DE RE X PA NA ASSOCIAÇÃO DE ADVOGADOS TRABALHISTAS

terça-feira, 28 de março de 2017

ELEIÇÃO MILIONÁRIA, RIXA E CLIMA DE RE X PA NA ASSOCIAÇÃO DE ADVOGADOS TRABALHISTAS

Vasconcelos e Campos: aliados, ontem; inimigos, hoje. Até na eleição da ATEP-PA
 
O clima esquentou entre os advogados trabalhistas. Recém formados tornaram-se o público-alvo da chapa "Renova Atep", candidata à direção da Associação dos Advogados Trabalhistas do Pará (ATEP-PA) para o biênio 2017/19, sob a batuta de Jarbas Vasconcelos, o milionário ex-presidente da OAB-PA. Afora as disputas naturais do embate eleitoral com a chapa "Atep Forte", candidata da situação, não faltou dinheiro para pagar muitas anuidades neste pleito, garantindo assim eleitores aptos a votar, conforme determina o regimento interno. A eleição será no próximo dia nesta quarta-feira, 29. A tendência é de o pleito ir parar na Justiça.

Pois, 500 novas filiações foram pagas pelo sistema Pag Seguro e pelo cartão de crédito diretamente no site da ATEP, totalizando R$ 90 mil, cujos pagantes não foram 500 pessoas distintas, mas grupos de pessoas integrantes e ligadas à Renova Atep, que pagaram pelo menos dez anuidades cada uma. Ou seja, se cada filiado só pode votar uma vez, porque uma pessoa "compra" dez anuidades? E com a anuidade paga que os candidatos da chapa da oposição foram correr atrás dos eleitores, matando, digamos assim, a fome com a vontade de comer. E, assim, facilmente para quem tem dinheiro, compram-se as anuidades, arruma-se os eleitores recém saído dos bailes de formatura e, por que não, compram-se os votos.

O número de filiados da ATEP teve um salto surpreendente, de cerca de 300 para mais de 846 filiados no período eleitoral. No prazo fatal para o pagamento das anuidades, dia 09 passado, foram tantas anuidades pagas no sistema, que 467 apareceram com data do dia 10, também deste mês, causando imbróglio à associação.

A direção da ATEP, segundo informações ao blogue, está tomando todas as medidas necessárias para apurar as inúmeras denúncias de abuso de poder econômico feitas pelos associados durante o processo eleitoral para impedir que o resultado das eleições seja maculado por ilegalidades.

Candidatos - A Chapa Atep Forte, abertamente apoiada pelos atuais presidentes da ATEP e da OAB-Pa, André Serrão e Alberto Campos, têm a advogada Ana Ialis Baretta como candidata a presidente. Ela é atual conselheira da associação. Já a chapa Renova Atep, apoiada por Jarbas Vasconcelos, tem como candidato a presidente o advogado Daniel Cruz, que pertencia à mesma gestão de Serrão e Ialis, porém, que formalizou a saída da diretoria em novembro do ano passado especialmente atendendo a convite de JV para candidatar-se pela oposição.


Vários diretores da atual diretoria da ATEP foram sondados por JV para candidatar-se pela oposição. Porém, somente Daniel aceitou o desafio, apesar de ter sido um dos últimos convocados para a missão.


E por que aquele que foi presidente da OAB-Pa por duas vezes, está interessado na disputa por uma associação, numa disputa aparentemente menor? É porque a eleição da ATEP é a prévia da próxima eleição para a OAB-PA, em que, imagina-se, JV pode tentar reaver o poder de Alberto Campos, seu ex-vice-presidente e ex-aliado.


A rixa entre  JV e Campos dividiu os advogados com tamanha paixão, tal torcedores do Remo e Paysandu que se agridem na saída do estádio. Espera-se que a fortalecida classe dos advogados não saia perdida desta rinha de disputas medíocres.

Nenhum comentário:

Postar um comentário