quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

CELPA, EM NOTA AO BLOGUE, DIZ QUE NÃO APLICA NEM COBRA MULTA DE USUÁRIOS

A respeito da matéria publicada anteontem aqui no blogue, sob o título " Aumentam as queixas contra a Celpa: já não é cobrança abusiva, é roubo mesmo", a empresa, por meio de nota enviada ao Ver-o-Fato, contesta as informações contidas nas denúncias feitas por vários consumidores que foram ao Ministério Público reclamar contra as contas emitidas pela empresa. Veja a nota, abaixo:

"Considerando a repercussão em diversos veículos de imprensa sobre o valor das contas de energia elétrica, a Celpa vem a público esclarecer:


1º- Em 2016, A CELPA regularizou a rede de distribuição e o padrão de medição da energia elétrica de 297 mil imóveis, que consumiam energia fora dos padrões técnicos de segurança, sobretudo em áreas que ainda não eram atendidas pela empresa ou de imóveis com irregularidades na medição e, que estavam sendo faturados apenas por um custo de disponibilidade/mínimo da fase, ou seja, valores muito abaixo do seu consumo real.

2º- É fato que, após regularizados, alguns clientes precisam de um tempo para adquirir novos hábitos de consumo. Por este motivo, a Celpa atua nas comunidades regularizadas com frentes de trabalho voltadas a ações sociais, educativas, econômicas, além do dialogo prévio com as lideranças comunitárias. São projetos como o Mutirão da Economia e o Comunidade Eficiente que já substituíram 35.280 geladeiras, 237.000 lâmpadas incandescentes por fluorescentes, e 21.162 lâmpadas incandescente por LED’s, além do Energia na Comunidade com agência móvel e negociadores à disposição da população.

3º- A empresa destaca que não aplica ou cobra qualquer multa de seus consumidores em função de irregularidades no padrão de medição. O que a Celpa cobra, quando devido, é o consumo não registrado que deixou de ser corretamente medido e faturado. E ressalta que não tem nenhum interesse em prejudicar ou lesar os seus clientes, uma vez que todos os procedimentos obedecem as regras do setor elétrico brasileiro, determinados pela ANEEL.

4º- Vale destacar que a Celpa trabalha de forma transparente, respeitando o direito do consumidor e, acima de tudo, primando pelos valores Ética e Dedicação ao Cliente e, quando identifica qualquer situação de erro em algum procedimento de sua responsabilidade a Celpa não tem nenhum constrangimento em reconhecer e corrigi-lo.

Por fim, no caso de dúvidas em relação ao valor da conta de energia, o cliente deve buscar informações por meio dos canais de atendimento 0800 091 01 96, na internet no site www.celpa.com.br, pelo aplicativo da Celpa que pode ser baixado gratuitamente em smartphones e tablets, além da agências de atendimento presencial. "

Nota do blogue: o Ver-o-Fato mantém as informações publicadas na matéria que originou a resposta da Celpa. Tais informações foram baseadas em reunião de consumidores lesados pela empresa com três promotores de Justiça e o deputado Arnaldo Jordy, na sede do MP.

As denúncias contra a Celpa são de cobranças exorbitantes e corte de energia de pessoas pobres que mal conseguem se sustentar e ainda são obrigadas a pagar por consumo unilateralmente aferido pela empresa - sempre muito aquém do realmente consumido - sob o argumento da prática de "gatos". O corte puro e simples, até com a conta em dia, embora baseado em dívida passada, mas não informada, viola o direito desses consumidores à ampla defesa e ao contraditório.

Em suma: autêntico abuso de poder, ou ditadura do alicate.

Um comentário:

  1. cobrança indevida de multa
    Celpa

    Barcarena - PA ID: 16503892 26/01/16 às 16h41
    denunciar
    Valor abusivo Concessionárias de Serviços

    A CELPA /PA apresentou duas multas por suposta irregularidade no medidor 16547816 e solicitamos o cancelamento dos dois processos acima citados, sendo um o primeiro no valor de R$13.038,63 e o segundo no valor de R$20.795,31, ambos com vencimento em 04/02/16, com base nas seguintes defesas:

    a) A CELPA foi arbitrária e abusiva por fazer uma cobrança de multa sem que as exigências e formalidades

    http://www.reclameaqui.com.br/16503892/celpa/cobranca-indevida-de-multa/

    ResponderExcluir