quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

TV DA ALEPA, QUEM CONSEGUE VER OU OUVIR? E VIVA A RÁDIO CIPÓ, AQUELA QUE NÃO DÁ NÓ



De quem é ou qual é a empresa que faz a transmissão online das sessões, em áudio e vídeo, da Assembleia Legislativa do Pará? Quanto ela ganha por mês para fazer tal transmissão?

Digo isto e indago, porque - basta acessar e comprovar - a transmissão é péssima, de um amadorismo enervante. A imagem "buferiza" a toda hora e, mesmo quando não cai, a fala de quem está na tribuna é picotada, impedindo que se entenda sequer uma frase completa.

Se a transmissão por imagem, com áudio, é péssima, de igual má qualidade é a transmissão somente de áudio. Além de corte, ela cai a toda hora. E olha que minha banda larga é de 30 megas. Aqui de casa ouço até briga de vizinhos online na Coreia do Norte. Menos uma transmissão decente da TV Alepa ou de sua rádio.

Que não se venha dizer ou alegar que há muitos acessos no dia de hoje, na votação do pacotaço de Jatene, porque a desculpa não cola. Em outras oportunidades, sem votações importantes ou demanda de acessos, a má qualidade é a mesma, tanto de vídeo quanto de áudio.

A rádio cipó, aquela que não dá nó, é mil vezes melhor do que essa TV Alepa, com seu áudio e vídeo pagos pelo contribuinte.

E aí, quem explica tantas falhas?

Nenhum comentário:

Postar um comentário