VER-O-FATO: GRUPO YAMADA NEGA QUE FECHARÁ AS PORTAS: "TUDO SÃO MENTIRAS E CALÚNIAS", DIZ

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

GRUPO YAMADA NEGA QUE FECHARÁ AS PORTAS: "TUDO SÃO MENTIRAS E CALÚNIAS", DIZ


Para Yamada, os boatos são de uma "quadrilha especializada em denegrir empresas e pessoas de bem"

A respeito de notícia veiculada nas redes sociais, sobre suposto fechamento das lojas do Grupo Yamada, o diretor-presidente da organização empresarial, Fernando Yamada, enviou ao blog Ver-o-Fato, com pedido de publicação, a título de esclarecimento ao publico, a nota cuja íntegra é a seguinte:

NOTA DE ESCLARECIMENTO A BEM DA VERDADE

"Tendo em vista notícia inverídica publicada dia 30 de novembro no site www.estadoonline.com.br, a qual gerou e tem gerado interpretações distorcidas e distanciadas da realidade sobre o Grupo Yamada, torna-se necessário os seguintes esclarecimentos: 

Inicialmente alertamos que estranha e maldosamente o referido site usa um nome que se confunde com os jornais Estado de São Paulo (O ESTADÃO) e Estado do Tapajós, de Santarém, quando, na verdade, trata-se de um site local, com sede na Travessa Francisco Monteiro, em Belém. 

Esse fato, por si só, já coloca em suspeição as intenções de seus administradores, pois o ato de tentar passar-se por outro órgão de imprensa, já é ato de VIGARICE.

A manchete da notícia É TENDENCIOSA, MENTIROSA, ARQUITETADA por pessoas do “quanto pior melhor” , ao dizer que “Grupo Yamada encerra suas  atividades...”.

E o próprio texto publicado não diz o que a manchete destaca. E mais: há evidentes mentiras intencionais na notícia, como a do fato de que só três lojas permanecerão operando, o que não é verdade. Hoje, o grupo permanece com 17 lojas em operação e 4.000 colaboradores.

O nível de credibilidade da Yamada, ao longo de 66 ANOS de atividades, JAMAIS poderá ser abalado por notícias infundadas, tendenciosas, caluniosas, criadas por uma verdadeira quadrilha especializada em denegrir a imagem de empresas e pessoas de bem.

Em relação às atitudes acima mencionadas, nosso corpo jurídico adotará as medidas administrativas, civis e penais que o caso requer.  Por isso, em respeito aos que VERDADEIRAMENTE VESTEM A CAMISA GENTE BOA DA YAMADA: CLIENTES, COLABORADORES, FORNECEDORES, AMIGOS, AUTORIDADES e PÚBLICO EM GERAL, venho expressar a verdadeira realidade do que é a YAMADA. 


Atenciosamente, Fernando Teruó Yamada
Diretor Presidente"

18 comentários:

  1. Como eu posso acreditar no que o senhor Fernando diz se como cliente de sua loja top de linha (Governador José Malcher) noto que um simples frango assado não existe mais, e o café solúvel é uma mera lembrança? O principal é a ocupação dos espaços por cada vez menos mercadorias expostas !

    ResponderExcluir
  2. Isso se nota em várias lojas do grupo, Barão. Estou tentando uma entrevista com o Fernando Yamada para saber sobre esses e outros detalhes dos problemas enfrentados pelo grupo. Mas os paraenses, na verdade, estão preocupados com o destino do Grupo Yamada, que sempre se identificou com as coisas do Pará nesses mais de 60 anos de existência. Ainda tenho aqui em casa o livro que "seu" Junichiro Yamada me presenteou sobre a saga de sua família desde o Japão até fincar raízes no Pará, onde com muito trabalho e apoio de seus colaboradores cresceu e se fez respeitar, inovando nos meios de comercialização de seus produtos e, sobretudo, na relação com os clientes.

    ResponderExcluir
  3. Olha lá no céu, é papai noel, vem pro natal da cidde trazendo felicidade...acabou! Infelizmente é notória a falência das lojas varejistas do grupo.

    ResponderExcluir
  4. Realmente é de partir o coração, vendo uma empresa da invergadura do grupo yamada se dissolvendo perante os olhos dos seus milhões de clientes. Dentre estes minha mãe que há 40 anos não sabia o que era comprar uma simples coxa de Frango se não fosse no referido grupo.

    ResponderExcluir
  5. E o que aconteceu com a do shopping castanheira?por que fechou. Aquela quando tinha a loja lá eu me assutei e fiquei triste. Não tinha quase nada mas. E na outra semana que eu fui já não funcionava. O que esse Senhor tem a me dizer?

    ResponderExcluir
  6. Pode ser estratégia de mercado, nova política da empresa para fazer frente à crise que assola o país ou problema relacionado com a terceira geração de sucessão em ambiente de empresas familiares como é o exemplo do grupo y.yamada. Agora pouco fiquei sabendo, como já era de se esperar, o fechamento da unidade Yamada Plaza Castanhal. Passado a tristeza de ver fechar uma loja do porte da yamada, onde tive, como muitos, o prazer de ter trabalhado, é momento de reflexão para presidente, diretores, pessoas que trabalham em sua política estratégica. A matriz de mercado não perdoa quem desvirtua das ferramentas administrativas e de gestão, o mercado não perdoa, quem usando de métodos patrimonialista pode tomar qualquer decisão sem que isso repercuti negativamente no futuro da organização. Aos funcionários, sucesso nessa nova empreitada no mercado de trabalho.

    ResponderExcluir
  7. Bom. Uma coisa é o que ele diz, outra, é o que se vê! Outro exemplo de empresa falida é a Big Ben, não tem mais nada nas lojas.

    ResponderExcluir
  8. A Yamada parou no tempo. Suas lojas tinham aspecto de anos 90,seus funcionários era verdadeiros escravos do varejo com rotinas extenuantes e baixos salários. Que trabalha com vontade ganhando mal?

    ResponderExcluir
  9. Seus funcionários eram especialistas em falta de educação e grosseira, raras excessões. Não me admira a falência. Me admira o Sr. Fernando querer negar o inegavel.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. se loka vc trabalha e sabe como é Tiazinha

      Excluir
  10. Nós continuamos gente boa, mas o grupo yamada não nos trata mais assim...

    ResponderExcluir
  11. Como assim? Tem várias lojas fechadas e as que estão abertas não tem quase nada.Depois que o dono morre, já era.

    ResponderExcluir
  12. Como que não vai fechar?? Se nem compram mercadoria mais pra repor as prateleiras a mais de um ano? Como que não vai fechar se já encerram dois andares da yamada no Pátio Belém ? Como que não vai fechar se o parcelamento no cartão yamada pra uma TV de 4 mil por exemplo só está sendo feito de 2x parcelado no cartão Yamada sendo que é 1+ 1
    Outro dia vi os funcionários chorando quando virão o segundo piso no Pátio Belém encerrado��

    ResponderExcluir
  13. O que podemos notar é que o FERNANDO YAMADA está tentando enganar a população, não sei porque???? afinal ele veiculou que existe 17 lojas e na verdade não chega nem a 10.... um empresário falido por brigas familiares.... e conforme foi dito yamada cabide de familia, onde filhos e netos escolhiam incopetentes a dedo para trabalhar.... ah se tivesse profissionais

    ResponderExcluir
  14. É gente a Yamada foi a falência mesmo ,aqui na pedreira onde era uma loja completa agora não tem mais nada tudo acabado onde vc não encontrar mas nada eu fico muito triste por que eu era cliente fiel só tinha coisas de 1 qualidade e agora não tem absolutamente nada e disseram que vai fechar as portas no final do ano ou antes e agora o bairro da pedreira vai ficar sem a loja mas completa da cidade que é aYamada onde só tem no máximo 5 lojas funcionado .Peço a deus que dê sabedoria ao dono da loja yamada que ele superer esse transtorno que haja união e força na família para aprender a reconstituir e construir mas uma vez está loja maravilhosa que é a yamada nos não sabemos qual o problema que eles estão passando porque julga é fácil , difícil é vc orar a deus e pedir à ele que ele venha ajudar está família a dar a volta por cima.Porque não é fácil vê um grande empresa falindo aos poucos����

    ResponderExcluir
  15. É muito simples imaginarmos o que esta acontecendo com o grupo y.yamada, estamos na era da informação. A internet está ai, são milhares de vendas online a um simples clique, Hoje compramos diretamente lá da ásia, não precisamos mais de atravessadores, todos os produtos estão aqui a um simples clique, Faz muito tempo que não vou a uma loja física comprar um produto qualquer. Os Grandes varejista da região norte precisam abrir o olho.

    ResponderExcluir
  16. Bola da vez e o grupo Mateus, vai dominar o estado do Para e breve todo o Brasil......Mateus é potencia.

    ResponderExcluir
  17. E pensar que o Fernando Yamada levou algumas vezes aqueles prêmios de empresário do ano e tal...!!!

    ResponderExcluir