sábado, 24 de setembro de 2016

ZENALDO RECEBEU R$ 87,8 MIL EM DOAÇÕES ELEITORAIS DE SERVIDORES DA PREFEITURA

O atual prefeito e candidato à reeleição para a prefeitura de Belém, Zenaldo Coutinho (PSDB), recebeu, para sua campanha, quase 90 000 reais em doações de pessoas físicas ligadas a seu governo, de acordo com dados divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral, segundo aponta o site da revista Veja. No total, servidores e ex-funcionários da prefeitura doaram 87 800 reais – no total, foram trinta doações, de 22 pessoas, em valores que variam de 1 000 e 15 000 reais.

No total, o tucano recebeu 252 497, 32 reais em doações de pessoas físicas até sexta-feira, segundo dados do TSE. Como 34% desse total veio de pessoas ligadas à sua administração, isso significa que um em cada três reais que entraram no caixa de sua campanha vieram de funcionários ou ex-funcionários. 

No dia 13 de setembro, por exemplo, ele recebeu 8 000 reais de uma doadora cadastrada como “Heliana”. Quando se checa o número de CPF, descobre-se que se trata da atual Presidente da Fundação Cultural do Município de Belém, Heliana da Silva Jatene. Outra doação, de 5 000 reais e identificada apenas em nome de “Antonio”, veio de Antônio de Noronha Tavares, diretor-presidente da Agência Reguladora Municipal de Água e Esgoto de Belém.

Além disso, outras 34 doações, que juntas somam mais de 7 000 reais, não contam nem com nome nem com CPF. A regulamentação do TSE prevê que as doações sejam identificadas com o nome e CPF do doador, porém não deixa claro se o nome necessariamente precisa ser o completo. De acordo com o tribunal, o sistema aceita cadastrar recursos sem necessidade de um nome ou CPF, mas coloca a doação na categoria “origem não identificada”. A assessoria da campanha de Zenaldo Coutinho explicou que o problema aconteceu por causa de uma falha no sistema do Banco do Brasil, que estava cadastrando as transações de maneira incompleta.

A última pesquisa de intenção de voto de Belém, publicado Ibope em 10 de setembro (PA-07603/2016), Coutinho se mantém em terceiro lugar, com 20% dos votos. Na liderança, está Edmilson Rodrigues (PSol), com 36%, seguido de Delegado Éder Mauro (PSD), com 24%.

As doações de pessoas ligadas à administração:

Rosineli Guerreiro Salame (Secretária da Educação): 15 mil reais
Marcos Soares (Assessor Superior do Gabinete do Prefeito): 8,7 mil reais, em 2 doações
Heliana da Silva Jatene (Presidente da FUMBEL): 8 mil reais
Maria Lucilene Rebelo Pinho (Chefe de Gabinete do Prefeito): 6 mil reais
Antônio Noronha de Tavares (Presidente da AMAE): 5 mil reais
Thânia Lúcia do Valle Ramos (Ex-chefe de Gabinete do Prefeito): 5 mil reais
Maria Naiza Sampaio Redig (Ex-secretário de Economia): 5 mil reais, em 4 doações
José Maria Moreira Campos (Auditor Geral do Município): 5 mil reais, em 2 doações
Eduardo Corrêa Pinto Klautau (Ex-diretor de Desenvolvimento e Negócios da CODEM): 5 mil reais
José Wilson Ribeiro de Oliveira (Ex-secretário geral do Planejamento e Gestão): 4,7 mil reais, em 2 doações
Deryk Pantoja Martins (Secretario do Meio Ambiente): 3 mil reais
Maria de Nazaré Rodrigues da Costa (Secretária de Finanças): 2,5 mil reais, em 2 doações
Elizete Mendes Cardozo de Almeida (Administradora Regiona do Outeiro): 2 mil reais
Walmir Nogueira Moraes (Presidente da FMAE): 1,5 mil reais
Luiz Charles Gomes (Assessor Superior do Gabinete do Prefeito): 1,3 mil reais
Roberto Carlos Soares (Assessor Superior do Gabinete do Prefeito): 1,3 mil reais
Milena Kelly de Souza Moraes (Assessora Superior no Gabinete do Prefeito): 1 mil reais
Leonardo Taffarel Paulo Magalhães (Servidor da Secretaria de Saúde): 1,5 mil reais
Carlos Henrique Rocha (Secretário de Urbanismo): 1 mil reais
José Nelson Fonte Filho (Assessor Superior de Gabinete do Prefeito): 1 mil reais, em 2 doações
José Régis Júnior (Presidente da CINBESA): 3 mil reais
Benedito Carlos Moraes (Servidor na Secretaria da Saúde): 1,3 mil reais

4 comentários:

  1. Ainda bem que nenhum desses recebe "bolsa família"! Todos são bem aquinhoados, graças a Deus!

    ResponderExcluir
  2. E se os DAS não forem trabalhar nas carreatas sao sumariamente exonerados, um amigo meu que trabalha na CODEN que falou.

    ResponderExcluir
  3. Tá certo tem que eleger o chefe!

    ResponderExcluir
  4. Esse engomadinho presidente da Cinbesa, Régis Júnior,
    é um mauricinho que se diz PHd e que saiu do Basa onde só tinha pose. Era simpatizante do PT 3 agora virou tucano de carteirinha. Não passa de um enganador que fatura mais de R$-20 mil reais na CINBESA, onde desfila sua empáfia e proselitismo.

    ResponderExcluir