sexta-feira, 30 de setembro de 2016

JUIZ MANDA TIRAR PROPAGANDA ILEGAL E TABLÓIDE DAS RUAS EM FAVOR DE ZENALDO

O juiz Elder Lisboa ,mandou retirar das ruas 50 mil exemplares do tablóide do prefeito
 
O juiz Elder Lisboa Ferreira da Costa, da 98ª Zona Eleitoral, em decisão liminar, determinou que a coligação "União por uma Belém do Bem", liderada pelo atual prefeito Zenaldo Coutinho, do PSDB, que busca a reeleição, suspenda a veiculação de propagandas impressas, na televisão e nas emissoras de rádio, que contenham a participação de agentes públicos e de bens públicos, imóveis ou não, próprios ou de concessionários de serviços públicos, no prazo de 48 horas.

A decisão do magistrado também se estende aos 50 mil exemplares de um tablóide que está sendo distribuído por toda Belém com propaganda ilegal. Em caso de descumprimento da sentença, Elder Lisboa fixou multa diária de R$ 10 mil. A representação à Justiça Eleitoral contra a propaganda irregular foi impetrada pela coligação "Para o bem de Belém", liderada pelo candidato professor Maneschy.

Ao narrar os fatos tidos como conduta vedada a agentes públicos, a coligação de Maneschy cita a "promoção sobre a inauguração do BRT, fotos no interior de pronto socorro, em Upas, com ambulâncias e servidores, aparecendo em horário de expediente, fotos de escolas, mais uma vez com a participação de servidores nas propagandas, guardas municipais participando de fotos, etc". 

Tudo isso, segundo ainda a coligação denunciante,  com imagens nas cores azul e amarelo, com o objetivo de ligar os feitos ao candidato do PSDB, atual prefeito, que utiliza essas cores na sua campanha, como de conhecimento público. 

Veja a íntegra da decisão do juiz Elder Lisboa:  




 
 
 

Um comentário:

  1. Os ataques gratuitos do tucano é expressao retumbante de que o Zenaldo não está bem nas pesquisas, Orly Bezerra foi pro tudo ou nada.

    ResponderExcluir