quinta-feira, 15 de setembro de 2016

A FRAUDE DA FRASE QUE NÃO FOI DITA


Nem nas 149 páginas da denúncia do MPF, nem nas falas dos procuradores da República que acusam Lula, a mulher dele e outros envolvidos, há a expressão "não temos provas, mas temos convicção".

O que há, nessa frase não dita pelos procuradores da Lava Jato, é uma tremenda manipulação de petistas e seus aliados, para distorcer a verdade dos fatos, como sempre fizeram no exercício do poder, quando lavaram as burras da corrupção, jogando o país na pior crise de sua história.

Pior que mentir e distorcer é acreditar nessa fraude e sair pelas redes sociais a compartilhar e difundir isso como se fosse verdade. Pior, também, nem checam a (des) informação. 

Para quê, né?

4 comentários:

  1. Receita ptralha: mentir, mentir e mentir... até que os incautos pensem que é verdade...

    ResponderExcluir
  2. Com todo respeito e reverência à Santa brasileira... Mas já chamaram pro lularápio de "Madre Lula de Guarujá"; só comparado a Jesus Cristo em termos de popularidade e "sem precedentes em termos de corrupção", como ele se diz...

    ResponderExcluir
  3. Cinismo e desfaçatez é o que se pode dizer desses ptralhas e asseclas, querem a todo custo descaracterizar o trabalho dos Procuradores da República... A velha estratégia, mentir, mentir, mentir... até que se possa chamar de verdade!
    Cadeia para o lularápio-mor e cambada!

    ResponderExcluir
  4. Fraude é coisa de gente fedorenta. Gente que fede à mentira. Gente lambuzada de hipocrisia. Gente que não respeita o próximo. Infelizmente, vivemos no país das fraudes e dos sem vergonhas que se locupletam a partir das fraudes para construir fortunas pessoais e infelicidades e sofrimentos coletivos.

    ResponderExcluir