domingo, 29 de maio de 2016

FUI 10 VEZES ASSALTADO - O DESABAFO DO APRESENTADOR DE TV MARCELO MARQUES

Marcelo Marques: "já pedi socorro à polícia e ao governo, mas tudo em vão"
 
Cansado  de pedir providências às autoridades da segurança pública sem receber qualquer resposta, o apresentador de TV Marcelo Marques, do Programa Bacana - exibido todo domingo, às 8 da noite, na RBA - postou em seu blog um desabafo, que o Ver-o-Fato abaixo reproduz:

"Peço licença aos leitores do blog para tratar aqui de um drama pessoal.

Em dois meses meu sítio nos arredores de Belém foi assaltado 10 vezes. Sabemos quem são os assaltantes e a vários policiais já recorri, do diretor geral da polícia a delegados , da PM a Polícia Civil , sem falar ao socorro que pedi a gente importante do Governo, tudo em vão.

39 moveis foram levados , e isso não é um mérito meu , na região onde está o sítio metade das casas foi assaltada. E não entrarei aqui no tema homicídio para não me prolongar.

A polícia sabe quem são os assaltantes , são os mesmos sempre . Sabem onde moram , sabem onde vendem o que assaltam , sabem quais casas foram assaltadas.

Sabem porque todos os moradores já avisaram , sabem porque eu mesmo já mostrei , expliquei , apontei onde residem.

Talvez eu tenha que pegar o carro e leva- los , se não estiverem muito ocupados , a realizarem o trabalho do qual são pagos pela população. 

Ter acesso ao alto comando da polícia não ajuda em nada . Ou o alto comando não comanda coisa alguma ou se faz de surdo. 

O fato apenas é mais um em uma estatística assustadora da violência em nosso Pará.

Aqui fica o convite , em público ao senhor secretário de segurança do estado e aos diretores da Polícia Civil e Militar para poderem ir até o meu programa de televisão falarmos sobre a violência.

Irão ? 

Duvido.

Talvez se o Governador mandar ..."

3 comentários:

  1. Nenhum cidadão está seguro em Belém e o governo está falido, só gasta com publicidade deixando a população à mercê dos bandidos. Já fui assaltado cinco vezes, perdi celulares, dinheiro e cartões de crédito. Estou vivo pela graça de Deus. Senti o que o sr. Marcelo Marques sente agora. Estamos todos abandonados por governos que pagamos para nos proteger. É o fim do mundo.

    ResponderExcluir
  2. Não seria o fim do mundo se houvesse a consciência política de que temos direitos que devem ser atendidos pelos governantes, como o direito à segurança. Bilhões são investidos e construção de presídios, armamentos pesados e viaturas para policiais. Apesar disso tudo, a violência está cada vez pior. O atual modelo de segurança fracassou, mas os governos fingem que não sabem disso.

    ResponderExcluir
  3. amigo, a policia civil, está sem comando, o principal e único credencial do atual delegado geral, para ser o chefe da policial, é fato de ser o maior puxa saco do ex secretario de segurança publica Luis Fernandes.

    ResponderExcluir