VER-O-FATO: ASSÉDIO SEXUAL, AGRESSÃO FÍSICA E IMPUNIDADE DENTRO DO "AVESSO BAR", EM SANTARÉM

sábado, 7 de maio de 2016

ASSÉDIO SEXUAL, AGRESSÃO FÍSICA E IMPUNIDADE DENTRO DO "AVESSO BAR", EM SANTARÉM


 
Ganhou repercussão nas redes sociais o caso ocorrido ontem no "Avesso Bar", em Santarém, que revela o caráter do personagem já identificado, até agora impune. Sequer foi preso, porque a Polícia MIlitar, chamada, demorou muito tempo para aparecer e fazer o que deveria ter feito: prender o acusado de assédio sexual e agressão física. Veja o relato de uma testemunha:

"Ontem eu estava presente durante o ocorrido: Como todos sabem, o bar avesso possui apenas um banheiro para mulheres e um banheiro masculino com dois mictórios e uma "cabine" com vaso, é comum que muitas vezes as mulheres usem o vaso do banheiro masculino. Um rapaz foi levar sua amiga no vaso do banheiro masculino, quando estavam saindo do lugar apareceu um homem que empurrou a moça para dentro do banheiro, fechou a porta e ficou bloqueando a saída dela. Quando o rapaz amigo da moça começou a pedir para que o homem abrisse a porta ele simplesmente disse: "calma, ela só vai dar uma chupadinha". 

Quando finalmente conseguiram abrir a porta (com ajuda de outros homens) o senhor nojento estava com seu pênis para fora e a moça estava simplesmente aterrorizada. Após isso, a amiga da vítima de assédio foi defendê-la e gritou com o homem, e o que ele fez foi dar dois tapas que não pegaram na moça mas sim numa terceira mulher que estava do lado e não tinha nada a ver com a situação. 

Um homem nojento conseguiu assediar e agredir três mulheres. Depois de todo o ocorrido, o homem simplesmente voltou para a sua mesa como se nada tivesse acontecido, deixou uma mulher traumatizada e uma chorando por levar dois tapas na cara. Felizmente, a mulher que discutiu com ele não calou-se e foi mais uma vez (desta vez na frente de todos) chamá-lo de machista nojento e gritar tudo o que ele fez. Surpresa! As pessoas parecem não se impressionar com isso, fizeram pouco caso, a polícia demorou mil anos para chegar ao local dando tempo até mesmo do agressor ir embora, logo em seguida na delegacia avisaram que o "BO não poderia ser feito de noite, e precisariam do nome do acusado", a delegacia da mulher estava de portas fechadas e luzes apagadas.

O sentimento de impotência é horrível! Principalmente quando você vê acontecer bem diante dos seus olhos, quando você vê outra mulher chorando por ter levado dois tapas e não poder fazer nada além de conforta-la! As lágrimas das mulheres que sofreram assédio e agressão são minhas também,  poderia acontecer comigo ou com uma de minhas melhores amigas, com qualquer mulher e até mesmo com você que está lendo este apelo de socorro. 

E nada se faz! As pessoas simplesmente se calam e não prestam ajuda nenhuma. Ninguém do bar Avesso prestou socorro para nenhuma das três moças. Que mundo é esse onde agressão e assédio passam de forma normal ?????!!!!!!!! Estou acostumada a ver milhares de casos como esse na internet, mas quando acontece bem do seu lado e com pessoas que você conhece o sentimento é pior, sentimento de raiva, impotência e tristeza.

Façam alguma coisa! Essa  história não pode terminar mais uma vez assim! Quem bate e assedia mulheres é criminoso!!!!!!! Não pode ficar solto na rua! Não deixem que isso aconteça de novo. Repassem, compartilhem e façam com que isso chegue ao maior número de pessoas possíveis!"

Nenhum comentário:

Postar um comentário