VER-O-FATO: PROPINA

quinta-feira, 24 de março de 2016

PROPINA

Paraguassú Éleres - Defensor público

Para quem a ferramenta de trabalho é a linguagem – professores, expositores, escritores, negociantes, profissionais do Direito e tantos outros, é prudente buscar a origem, o significado, a etimologia da palavra, o que ela pode compor, o que dela deriva. Exemplos: “sapateiro”, dá “sapataria”; “alfaiate”, ”alfaiataria”, e por isso, (palavra que é o retrato moral do Brasil dos dias correntes) vale pesquisar a palavra “deputado” ..., à qual está relacionada uma que ganha de todas: é a propina, que o Dicionário Ilustrado da Língua Portuguesa, Vol. IV, Ed. Bloch, 1981, diz ser ‘gratificação com que se recompensa um serviço eventual” (e pelo que revelou a Operação Lava Jato, põe “eventual” nisso).

Sobre isso (anos 80) o pai da coleguinha de minha filha comprara uma novidade à época: um “Santana Quantum” e pouco tempo depois trocou por outro, mais apetrechado. Ante a admiração, disse-lhe que o “pai dela” poderia ter recursos para trocar de carro de poucos em poucos meses, mas nós ficaríamos com a nossa “Belina” de mais de dez anos. E aí veio a notícia: o pai da coleguinha trabalhava na Propina.

Contestei. Deve ser “Propisa”, talvez o nome de uma empresa. E afinal, o fato real. O pai da coleguinha era da Sudam. Aí, pensei: se a menininha sabia sobre “propina”, provavelmente ouvira em conversa livre na hora da mesa, como uma vitória do grande pai, funcionário daquele “propinoduto” que roubou nosso dinheiro e no caso de alguns daqueles ladrões, velhos de tanto roubar, tive notícia que para eles o crime prescreveu.

Um comentário:

  1. E o que é pior, o "metralha" continua estufando o peito com cara de fanfarrão, e a justiça nesse caso ó... Ainda quer que seu filho seja governador do Pará, eu hem! Deus nos livre!

    ResponderExcluir