VER-O-FATO: MINISTRO DO STF BARRA NOMEAÇÃO DE LULA E DEVOLVE CASO AO JUIZ SERGIO MORO

sexta-feira, 18 de março de 2016

MINISTRO DO STF BARRA NOMEAÇÃO DE LULA E DEVOLVE CASO AO JUIZ SERGIO MORO

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu liminar em ação impetrada pelos partidos PSDB e PPS para impedir a posse do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva como Ministro-Chefe da Casa Civil do governo Dilma Rousseff, e também devolveu a apreciação do seu caso à alçada do juiz federal Sérgio Moro, titular da Operação Lava Jato

O ministro do STF se manifestou a favor do pedido do mandado de segurança de dois partidos da oposição, PSDB e PPS, que alegavam que Lula havia tomado posse para ganhar foro privilegiado e ser julgado pelo Supremo. Antes de proferir a decisão, Gilmar Mendes já havia declarado que não havia dúvidas de que a nomeação do ex-presidente para um cargo no Executivo tinha esse objetivo.

O governo ainda pode recorrer da decisão e levar o caso para a análise do plenário da Corte.

2 comentários:

  1. Não dá para mandar prender logo esse lularápio?...

    ResponderExcluir
  2. Lulalá e Lulacá!
    O Lula das gravações é uma versão diferente de uma matriz parecida: desbocado, sarcástico, arrogante, falso, presunçoso, ególatra, autocrata e uns outros tantos adjetivos em circulação em torno dessas gravações.
    O Lula dos telefonemas grampeados pode ser o Lula que ficará na história, não o amável comandante que trata os interlocutores por querido (por mera tática de sedução na maioria das vezes, como de regra nessas pessoas ardilosamente afetivas e intimistas), que fala a linguagem do povo, que se livra das enrascadas, que é obstinado, inteligente o bastante para colocar um banqueiro brasileiro que se internacionalizou num mercado selvagem para arranjar dinheiro e gerar confiança, enquanto ele fazia o que gosta: ajudar o povo e se associar aos riscos, incorporando seus hábitos, imaginando se tornar um igual a eles graças à abertura desbragada dos cofres públicos.

    O Lula flagrado ao natural é um embuste, uma figura que se depravou pela mutação dos seus grandes méritos em enormes vícios. É o Luiz Inácio da Silva que ficará, numa frustração de estadista que amargou os anos finais de Richard Milhous Nixon. (Lúcio Flávio)

    ResponderExcluir