quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

OPERAÇÃO POLICIAL DESMONTA DESVIO DE R$ 12 MILHÕES NA PREFEITURA DE ABAETETUBA

O esquema criminoso na prefeitura vinha sendo investigado desde 2008
Os documentos e computadores apreendidos foram trazidos para Belém
A prefeitura de Abaetetuba recolhia a contribuição previdenciária de seus servidores ao Instituto Nacional da Seguridade Social (INSS), mas não repassava o dinheiro para os cofres da União. Isso acontece desde 2008, resultando num desvio que alcança R$ 12 milhões. Foi em razão disso que a Polícia Civil cumpriu hoje 14 mandados de busca e apreensão e oito de condução coercitiva, não somente em Abaetetuba como em Belém.
 
A ação faz parte da operação denominada "Forte de Miriti", coordenada pela Delegacia de Defraudações Públicas. O município é governado por Francineti Carvalho, PSDB, aliada de Simão Jatene. A prefeita foi reeleita em 2012. As buscas e apreensões foram realizadas na sede do Instituto de Previdência do Município de Abaetetuba (IPMA), nas sedes da Secretaria Municipal de Administração e na prefeitura Municipal da cidade e ainda em casas de servidores públicos de Abaetetuba, localizadas nesse município e em Belém. 
 
O inquérito policial foi instaurado pelo delegado Carlos Vieira, titular da Delegacia de Defraudações Públicas, a partir de relatórios enviados pelo Ministério da Previdência Social que apontaram possível crime de apropriação indébita de valores referentes a descontos em folha salarial de servidores da prefeitura de Abaetetuba não repassados ao órgão previdenciário. Entre as pessoas conduzidas para serem ouvidas estão servidores administrativos ligados à prefeitura. 
 
Todos os documentos apreendidos estão na Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO). Os depoimentos foram tomados na sede da Superintendência da Polícia Civil, em Abaetetuba. A operação contou com 50 policiais civis de delegacias vinculadas à Diretoria de Polícia Especializada (DPE), da Superintendência de Abaetetuba e do Núcleo de Apoio à Investigação de Abaetetuba. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário