VER-O-FATO: PAULO ROCHA E OS R$ 12 MILHÕES PARA OBRA NO PSM DA 14

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

PAULO ROCHA E OS R$ 12 MILHÕES PARA OBRA NO PSM DA 14

Da esquerda para a direita: Chapadinha, Rocha, Zenaldo, o ministro, Flexa e Vale
A assessoria do senador paraense Paulo Rocha (PT) envia para o blog um release a propósito da obtenção de verbas junto ao Ministério da Saúde para a reforma do Pronto Socorro da 14 de Março, que pegou fogo no dia 25 de junho do ano passado. Segundo a assessoria, foi Paulo Rocha quem levou o prefeito Zenaldo Coutinho ao ministro da Saúde, Marcelo Castro, para que o dinheiro fosse liberado. A nota da assessoria diz o seguinte:


"Em novembro de 2015, foi aprovado pela Câmara Municipal de Belém, por unanimidade, requerimento de Voto de Congratulações, de autoria da vereadora Sandra Batista (PCdoB), ao senador Paulo Rocha (PT-PA), por viabilizar envio de verbas federais para conclusão da reforma do Pronto Socorro da 14 de março.

A vereadora fundamentou o seu requerimento pela atitude de arrojo em defesa do povo paraense por parte de Paulo Rocha, que intermediou audiência ente o ministro da Saúde, Marcelo Castro, e o prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho, para finalizar as obras de instalações elétricas, hidráulica e compras de equipamentos para os novos centros cirúrgicos do hospital.

Na ocasião, o prefeito de Belém apresentou ao ministro da Saúde, o projeto conclusão da obra que chegou a R$ 12 milhões de reais. O incêndio no Pronto Socorro Mário Pinotti foi de grandes proporções que assustou pacientes e funcionários daquele centro hospitalar da Travessa 14 de Março, no centro de Belém". 

Muito bem. O blog publica o release de Paulo Rocha não para levantar a bola do senador, mas para destacar que seu gesto deveria ser uma norma na política, não uma quase exceção. É claro que um ou outro representante das bancadas no Senado e Câmara do Pará, em Brasília, faz política pensando nos interesses da população. Mas, também, há aqueles que apostam no quanto pior, melhor. 

Nem vale a pena citar nomes. O Pará conhece de sobra quem a ele serve e quem dele apenas se serve.  

7 comentários:

  1. Prezado Carlos Mendes, agradecemos a sua gentileza em levar aos seus leitores informações de qualidade, como o trabalho profícuo do senador Paulo Rocha.

    Nos sentimos honrados pela sua colaboração e presteza ao jornalismo paraense.

    Antonio Jacinto Índio - Brasília / DF.

    ResponderExcluir
  2. É preciso que a bancada Federa se manifeste sobre a zona franca verde que não tem nenhum município paraense

    ResponderExcluir
  3. O senador Paulo Rocha sempre foi um homem de luta e assiduo no Senado, invariavelmente trabalhando pelo nosso estado. Creio que mereça o lugar que ocupa.

    ResponderExcluir
  4. Os esquecidos deveriam lembrar-se que o senhor paulo rocha esteve participando do Mensalao do PT. Não nos enganarao como fizeram noutros tempos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo, além de mensaleiro, é aliado das figuras mais execráveis da política paraense. Fora.

      Excluir
  5. Parabéns! Isso tem que ser assim, o que importa é o povo...

    ResponderExcluir
  6. O anônimo é ignorante e fala asneira. Aconselho a buscar no STF, o Paulo Rocha foi absolvido no Mensalão e não teve participação em escândalos do PT. Conheço ele de Curuçá e um trabalhador honesto.

    ResponderExcluir