domingo, 20 de dezembro de 2015

TRAFICANTE É PRESO COM 46 KG DE COCAÍNA E TENTA SUBORNAR FEDERAIS

A maior parte da droga estava no porta-malas do veículo. O traficante é foragido de justiça

O policial rodoviário federal descobriu cocaína até em fundo falso do carro

Mais droga recolhida. O traficante ofereceu R$ 200 mil para não ser preso.

No começo da manhã deste domingo, em Marabá, durante fiscalização rotineira, agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreenderam cerca de 46 quilos de cocaína. A droga estava escondida dentro de várias partes da lataria de uma caminhonete licenciada no município de Novo Progresso, no oeste paraense. O condutor do veículo estava com mandado de prisão expedido pelo Tribunal de Justiça de Rondônia pelo crime de tráfico de drogas e também responde a processo por tentativa de estupro.

De acordo com informações da PRF enviadas ao Ver-o-Fato, a caminhonete Toyota Hillux SRV 4X4, de cor prata, placas HYR 1134, foi abordada pelos  agentes no quilômetro 323 da BR-155. Durante a fiscalização, o condutor do veículo, identificado como Mário Plínio de Souza, de 56 anos, apresentou habilitação e documento do veículo, mas após pesquisa no sistema de segurança foi constatado que ele estava foragido desde o ano de 2012, quando foi expedido o mandado de prisão pelo crime de tráfico de drogas, o que levantou suspeitas e motivou os policiais a realizarem uma revista minuciosa no veículo.

Os primeiros quatro pacotes de droga foram encontrados escondidos dentro do banco traseiro do veículo, momento que o condutor ofereceu aos agentes da PRF R$ 20 mil para não ser preso. Mário Souza foi questionado se havia mais entorpecentes dentro do veículo, mas negou tendo sido novamente iniciada busca, quando os policiais encontraram mais cinco pacotes de droga na porta traseira esquerda. 
 
Suborno não colou
 
Novamente, ele ofereceu dinheiro aos policiais aumentando a oferta para R$ 100 mil. Outra vez, os agentes questionaram sobre mais entorpecentes, e Mário confessou que possuía no interior do veículo um total de quarenta e seis pacotes de cloridrato de cocaína e aumentou ainda mais a sua oferta para R$ 200 mil para escapar do flagrante e da cadeia.

Os agentes localizaram mais cinco pacotes de droga na porta traseira esquerda; quatorze pacotes nas portas dianteiras e mais dezoito tabletes acondicionados na parte traseira do veículo. No total, quarenta e seis volumes, algo perto de 46 quilos da substância entorpecente.

O traficante disse aos agentes que estava trazendo a droga de Porto Velho e outra parte de Rondônia e que o destino seria a cidade de Belém. Autuado em flagrante por tráfico interestadual de drogas e pelo crime de corrupção ativa, o acusado foi entregue à Polícia Federal de Marabá que irá instaurar inquérito para apurar o caso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário