sábado, 19 de dezembro de 2015

PARABÉNS PRA VOCÊ

Hoje, ao completar 66 anos - nem dá para trocar os números, porque cai sempre no mesmo, à exceção se virá-lo de cabeça para cima, mas aí é querer me forçar a dobrar de vez o Cabo da Boa Esperança, quando ainda me sinto navegando pela Ilha dos Papagaios - posso dizer que me considero um sobrevivente. Até quando, não importa. 

O que importa é que estou aqui, teimando em continuar o bom combate por causas que considero nobres e que mirem no respeito aos direitos humanos, à diversidade de opinião e contra as injustiças. O jornalismo foi o caminho que encontrei para me posicionar também como cidadão.

Ao acordar, por volta das 9 da manhã, vi inúmeras mensagens de felicitações de amigos e amigas que me conhecem pessoalmente e de pessoas que acompanham meu trabalho profissional, dando-me força para continuar nessa luta.

A força das palavras tem o toque mágico de atingir o espírito. A generosidade de todos, até do mais singelo e único "parabéns", me deixou comovido.

A todos os que já se manifestaram e aos que se manifestarem no decorrer deste dia, antecipadamente meu muito obrigado. Vocês estão me ajudando a tornar essa data mais feliz.

Aos amigos do Face, do Ver-o-Fato e aos que telefonam, só tenho a dizer: vocês são demais.

Parabéns a todos.

4 comentários:

  1. Parabéns, Mendes. Acabas de empatar comigo. Muitos e muitos anos de vitalidade para prosseguires na tua missão jornalística. Um abraço. Lúcio Flávio Pinto

    ResponderExcluir
  2. Prezado Lúcio, é verdade: empatamos. Ainda bem que nessa disputa cronológica, imposta pelas regras inexoráveis do tempo, não haverá cobrança de pênalti. Já podemos nos sentir vitoriosos e ainda com muita "lenha" para queimar. Sobreviver é o desafio. Um brinde à nossa teimosia. Grande abraço.

    ResponderExcluir
  3. Parabéns atrasado! Sempre acompanho aqui o Ver-o-Fato.

    ResponderExcluir