quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

OS RISCOS DA BARRAGEM DA ALCOA EM JURUTI

Janicélio Sabino de Souza, conhecido por Jânio no município de Juruti, é um cidadão preocupado com algumas coisas que ocorrem na região onde vive com sua família. Dono de uma página que está entre as mais acessadas do Facebook na Amazônia, Jânio anda inquieto com o comportamento da multinacional Alcoa, sobretudo o descarte de seus rejeitos de bauxita na cabeceira do Lago do Juruti Velho.

Diz Jânio, em uma postagem, que o risco de graves problemas ambientais em Juruti é "igual e, talvez, pior" que em Mariana (MG), onde uma barragem das multinacionais Vale e Billiton - proprietárias da empresa Samarco - rompeu-se e provocou o maior dano social e  ambiental da história brasileira. Na lagoa de descarte da Alcoa, em Juruti, a água já foi usada para separar e retirar a terra que vem colada na bauxita, para que não se perca tempo e dinheiro transportando o que não irá usar. 

"Junto com a água mistura-se soda cáustica, que depois vai para essa lagoa, poluindo o lençol freatico, e em seguida para três enormes tanques de contenção", explica Jânio, assinalando que são barragens, uma em cima da outra, para decantar e ser devolvida ao reaproveitamento e devolução ao rio. Ele alerta que se isso romper, "tudo irá abaixo, causando estrago ecológico significativamente pior que Mariana-MG, dada a proporcionalidade da fauna e flora terrestre e aquatica da região, onde toda a vida animal e vegetal morreria e sua recuperação demoraria décadas ou seculos".
 
Isso, afirma o jurutiense, a multinacional Alcoa não mostra.

Madeira queimada

E o crime continua, diz Jânio em outra postagem, exibindo um incêndio da madeira retirada de uma das áreas desmatadas pela Alcoa. O fogaréu já dura seis dias. A empresa está expandindo suas áreas de exploração de alumínio e bauxita.  "Mas o engraçado é que o gerente de Saúde, Segurança e Meio Ambiente da empresa chegou ao local do incêndio, avaliou  e soltou a frase: " Tranquilo isso não é agravante.. Deixa queimar, pelo menos ajuda a dar um fim nessa madeira".

O responsável pela brigada de incêndio, também chamado ao local, deu a seguinte ordem: "deixa logo queimar tudo". Enquanto isso, a fumaça encobre a cidade de Juruti, prejudicando a saúde dos moradores. Jânio questiona: "cadê a gestão ambiental da Alcoa? Que tipo de gerente, engenheiro são esses de segurança que não sabem avaliar nem um fogo, muito menos ter noção da gravidade? Por quê o senhor Afonso Bizon (gerente-geral da empresa) aceita tudo isso?". 

Perguntas, obviamente, sem respostas.

Quem é e o que faz

Em sua página na Internet, a Alcoa informa que opera desde setembro de 2009 em Juruti, dedicando-se ao beneficiamento primário de bauxita. Sua reserva de minério alcança 780 milhões de toneladas, um dos maiores depósitos de bauxita do mundo, fornecendo minério de alta qualidade.  A capacidade produtiva inicial de Juruti foi de 2,6 milhões de toneladas métricas anuais e atualmente a Alcoa  opera com capacidade de 4,2 milhões de toneladas ao ano. 

Além das frentes de lavra, outras instalações completam o empreendimento. As instalações da área de beneficiamento de bauxita, situadas a cerca de 55 km da cidade. A ferrovia construída pela empresa, de aproximadamente 55 quilômetros de extensão, opera com 42 vagões, cada um com capacidade para transportar 82 toneladas.

O terminal portuário de Juruti, a dois quilômetros do centro da sede do município, às margens do Rio Amazonas, tem capacidade para acomodar navios de até 75 mil toneladas, similares aos que navegam no Canal do Panamá.




Cinco fotos, cinco fatos. Juruti paga as consequências do "progresso"


7 comentários:

  1. A ORDEM DE QUEIMAR VEM DO PRESIDENTE DA ACOJUV DO PAE JURUTI VELHO COM APOIO DO CANDIDO NETO DA CUNHA DO INCRA DE SANTARÉM.

    http://www.oimpacto.com.br/denuncia-acorjuv-age-com-truculencia-em-juruti-velho/

    http://www.oimpacto.com.br/presidente-da-acorjuve-acusado-de-sumir-com-r-16-milhoes/

    ResponderExcluir
  2. O OUVIDOR AGRARIO NOMEADO EM 2015 CHAMADO DEIVISOM DE JESUS BARBOSA FOI QUEM DEU A COBERTURA DESTE ESQUEMA CRIMINOSO INSTALADO NO ASSENTAMENTO JURUTI VELHO, PARA QUE FOSSE COMETIDO CRIMES AMBIENTAIS E NÃO FOSSE APURADO O ROUBO DE 16 MILHÕES DE REIAS POIS OS COMUNITÁRIOS ESTAVAM REVOLTADOS COM A SITUAÇÃO QUE FOI SILENCIADA POR DEIVISOM E SUA QUADRILHA, QUE TEM RAMIFICAÇÕES NO PSTU DO RIO DE JANEIRO.

    LEIAM ABAIXO OS LINKS QUE COMPRAVAM A ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA DO SIND PFA:

    http://www.prpa.mpf.mp.br/news/2008/outros/ACP_Improbidade_INCRA_STM.pdf
    http://www.oimpacto.com.br/presidente-da-acorjuve-acusado-de-sumir-com-r-16-milhoes/
    http://www.oimpacto.com.br/denuncia-acorjuv-age-com-truculencia-em-juruti-velho/

    ResponderExcluir
  3. DEIVISON DE JESUS BARBOSA É O ARQUITETO DESTES PROBLEMAS CRIMINOSAS REVELADOS NO JORNAL VER O FATO, QUE PRESTA INCONDICIONAL SERVIÇO AO PAIS, MOSTRANDO A VERDADE SOBRE O QUE ACONTECE NA AMAZONIA.

    VEJAM COMENTARIOS SOBRE ESTE AGRONOMO DO INCRA, QUE ESTÁ LIGADO A ONGS BANDIDAS.

    http://www.oimpacto.com.br/incra-nomeia-ouvidor-agrario-para-atuar-no-baixo-amazonas-e-eixo-da-br-163/

    ResponderExcluir
  4. O DEIVISOM BARBOSA E O CANDIDO NETO DA CUNHA TODOS FUNCIONÁRIOS DO INCRA DE SANTARÉM JUNTO COM OS DEMAIS COMPARSAS QUE INTEGRAM A SUA QUADRILHA NO MÍNIMO SÃO CÚMPLICES DESSES ATOS CRIMINOSOS QUE AINDA NÃO DEVE ESTAR AO CONHECIMENTO DA JUSTIÇA.

    ResponderExcluir
  5. QUEIMAR MADEIRA É CRIME E NÃO EXISTE AUTORIZAÇÃO PARA ISSO, ASSIM COMO OS REJEITOS PRECISAM SER CORRETAMENTE DESTINADOS, ESTA RESPONSABILIDADE DE TUDO ISSO É DO INCRA DE SANTARÉM.

    ResponderExcluir
  6. ESQUEMA ESSE DO ASSENTAMENTO JURUTI VELHO QUE ENVOLVE O MPF TAMBÉM POIS SABE E SE CALA SOBRE OS DESVIOS DE CONDUTA DO CHEFÃO GEDENOR PEREIRA LIDER DO PT NA ÁREA.

    ResponderExcluir
  7. O QUE O INDICADO DO SENADOR PAULO ROCHA O CHEFE DO INCRA CHAMADO POR CHALITA FEZ. NADA X NADA PORQUE SEU PADRINHO POLÍTICO ZÉ MARIA TAPAJÓS E TODA A TURMA DO PT PEGAM PROPINA NESSE ASSENTAMENTO DO INCRA COM APOIO DO SERVIDOR PÚBLICO CANDIDO NETO DA CUNHA.

    ResponderExcluir