quarta-feira, 18 de novembro de 2015

CARTA-BOMBA REGISTRADA EM CARTÓRIO REVELA NOMES E ESCÂNDALOS DO PARÁ

O executor do programa Terra Legal, do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) em Santarém, Aguinaldo Dantas Sobrinho, conhecido por "Bolinha", está internado no Hospital Geral de Santarém, após suposta tentativa de suicídio. Ameaçado por agiotas e com problemas no próprio Incra, "Bolinha" teria ingerido uma mistura de chumbinho com soda caústica. Ele foi socorrido por familiares e levado ao hospital, onde está sob intensos cuidados médicos.

Aguinaldo Sobrinho, o "Bolinha", é um arquivo vivo de muitos escândalos que envolvem recursos surrupiados dos cofres públicos no Pará, principalmente em órgãos federais, no final dos anos 90 e primeiros anos da década de 2000. Em depressão e temendo ser morto, ele escreveu uma carta-bomba, com mais de 60 nomes de pessoas, algumas com intensa participação nas fraudes contra o erário. 

Essa carta teria sido registrada em cartório por um familiar de Aguinaldo Sobrinho  e quem a ela teve acesso diz que o conteúdo é "explosivo". Se vier a público, segundo uma fonte, muita gente perderá o sono. "Bolinha", na eleição passada, foi candidato a deputado estadual pelo PDT, com redutos em municípios da região da Transamazônica.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário