VER-O-FATO: AS HUMILHADAS DERAM A VOLTA POR CIMA: PINHEIRENSE PAPA O TÍTULO FEMININO

domingo, 1 de novembro de 2015

AS HUMILHADAS DERAM A VOLTA POR CIMA: PINHEIRENSE PAPA O TÍTULO FEMININO

Esse time é tetracampeão de futebol feminino no Pará: 1 a 0 na Esmac, hoje pela manhã

"Os humilhados serão exaltados". Essa passagem bíblica de Lucas 14:11 retrata fielmente o que ocorreu hoje pela manhã, no campo do Ceju - anexo ao estádio Mangueirão -, quando o time de futebol feminino do Pinheirense conquistou, de maneira invicta, o Campeonato Paraense 2015, vencendo o clássico contra o rival Esmac, por 1 a 0. O gol da partida foi da arisca Keke. 

O jogo foi disputado sob um calor de deserto, o que exigiu muito esforço e preparo das atletas, mas foi decidido nos detalhes. Para conquistar o título, as meninas do Pinheirense disputaram 7 jogos, vencendo seis e empatando um, justamente contra a Esmac, ainda na fase de classificação. A equipe do Pinheirense, na verdade, foi formada este ano por jogadoras oriundas da Tuna Luso Brasileira, que era  tricampeã paraense e colocada entre as sete melhores do país. 

Apesar disso e do prestígio que desfrutava no cenário feminino nacional, a atual diretoria da Tuna, num ato que revoltou a torcida tunante, simplesmente resolveu extinguir o futebol feminino. Teria alegado problemas financeiros. Uma desculpa esfarrapada que ninguém engoliu.

As atletas hoje campeãs deixaram a Tuna praticamente humilhadas, quase enxotadas, sem merecer o respeito devido por tudo que fizeram pelo clube dentro de campo e fora dele, honrando a camisa que vestiram. Não mereceram sequer um "até logo" ou qualquer explicação lógica para a extinção do departamento feminino que só levou glórias para o Souza. Muito ao contrário do time masculino, que embora fosse a "menina dos olhos" de alguns diretores tunantes, só deu vexames em 2015, mais uma vez, a ponto de sequer se classificar para as finais da Segunda Divisão do futebol paraense.

Pois bem. Se a Tuna não teve capacidade para administrar quem lhes deu três campeonatos seguidos e divulgou seu nome pelo país afora, disputando o Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil em várias oportunidades, a diretoria do Pinheirense abraçou as garotas e, pegando um time formado e de peso, mesmo com dificuldades financeiras, fez dessas meninas as campeãs de 2015.  

Méritos para a diretoria do Pinheirense, que soube dar valor a elas, e pode até obter patrocínios, caso queria profissionalizá-las. Se não puder fazer isso, o Paysandu o fará, segundo apurou o blog Ver-o-Fato. O presidente Alberto Maia sabe que ter um time de futebol feminino pode alavancar ainda mais o interesse da mulherada pelo Papão, aumentando até mesmo seu programa Sócio-Torcedor. 

Agora, as comandadas da competente treinadora Aline Costa, com o título, garantiram vaga no Campeonato Brasileiro de 2016 e também na Copa do Brasil, vitrines onde se exibem atletas que, por seus desempenhos, podem fazer parte da Seleção Brasileira - uma das melhores  do mundo, na atualidade -  e da qual já fizeram parte as atacantes paraenses Cássia, Irley e a goleira Rosany. 

Aliás, Cássia e Irley provaram que têm faro de gol, quando estão dentro das áreas adversárias: ambas terminaram o campeonato desse ano empatadas, com 10 gols, cada. Irley parou alguns meses, devido à gravidez, mas voltou com tudo, provando sua condição de "matadora".
      
Veja a campanha do Pinheirense, nos 7 jogos, com duas goleadas históricas:

Pinheirense 6 X 0 Time Negra

Pinheirense 10 X 0 Cabanos

Pinheirense 8 X 0 Independente

Pinheirense 10 X 0 Estrela

Pinheirense 0 X 0 Esmac

Pinheirense 3 X 1 Time Negra ( semi-final)

Pinheirense 1 X 0 Esmac ( Final)

O time que atuou hoje na partida contra a Esmac, vencendo por 1 a 0 e conquistando o campeonato, não contou com a sempre eficiente volante Talita, que estava suspensa pelo terceiro cartão amarelo.  Eis a equipe: Rozany, Leila, Helaine, Lauze e Pelé; Keke, Perote, Cíntia e Priscila; Cássia e Pingo.

Parabéns às meninas do Pinheirense, pelo talento e superação. Na verdade, com os três títulos seguidos pela Tuna e um, agora, pelo Pinheirense, elas são tetracampeãs.  Parabéns também ao povo da bela Icoaracy, a terra do "General da Vila", como é mais conhecido o glorioso Pinheirense.

Nenhum comentário:

Postar um comentário