INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL

Linha de Tiro - Economista Eduardo Costa - 26/04/2018

sábado, 22 de agosto de 2015

Presa, quadrilha envolvida em fraudes ambientais desviou R$ 10 milhões

      
                         Madeira ilegal: um câncer ambiental na Amazônia


A Polícia Civil prendeu neste sábado em Belém, em outras cinco cidades do interior do Pará, e nos estados de Alagoas e Maranhão, pelo menos 11 pessoas suspeitas de participar de uma quadrilha envolvida em fraudes ambientais. A organização é suspeita de ter movimentado mais de R$ 10 milhões com a venda de madeira extraída de forma ilegal.

De acordo com as investigações, membros da quadrilha teriam invadido os computadores do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) para roubar as senhas que dão acesso ao sistema de comércio de madeira e assim permitir que as empresas que estavam com registro embargado pudessem voltar a vender madeira extraída ilegalmente com a documentação oficial.

Em Belém, os policiais cumpriram um mandado de prisão quando, por volta das 6h, prenderam um empresário dentro da própria residência, localizada em um edifício de alto padrão no bairro de Batista Campos. Outros oito suspeitos foram presos nas cidades de Tucuruí, Uruará, Santarém, Novo Progresso e Redenção. Fonte: G1Pará

Nenhum comentário:

Postar um comentário