quarta-feira, 23 de maio de 2018

O IMPACTO DA SEGURANÇA PÚBLICA NAS ELEIÇÕES DE 2018 NO PARÁ


João Moraes: "povo deve orar pra Deus e pensar em quem votou". Foto, Dol
Quem conhece o delegado João Moraes, que já exerceu os mais importantes cargos na segurança pública do Pará, sabe que ele não é homem de meias palavras, elogios fáceis, ou rodeios. Diz o que pensa sem temor e expõe com clareza suas ideias. Por isso, como animal político, é polêmico. 

Na entrevista abaixo, concedida em Brasília ao jornalista Val-André Mutran, o delegado João Moraes fala sobre a violência e criminalidade que hoje se espraia por todo o Pará, faz críticas pertinentes aos governantes e aos métodos de combate aos bandidos, aponta equívocos, quebra de hierarquia, mas também, o que é mais importante, oferece soluções para o problemas.

"A VENEZUELA É UMA DITADURA GOVERNADA POR ASSASSINOS", DIZ PRESO POLÍTICO


Ignacio Porras, com seu cão Zeus. Foto de Rodrigo Cavalheiro
Não há dia em que Zeus, um vira-lata com pinta de buldogue, deixe de passear pelo bairro de Chacao, em Caracas. Nunca com o dono, Ignacio “Nacho” Porras, engenheiro de computação preso em 2014 por participar de protestos contra o governo. Nacho passou um ano em El Rodeo, um dos presídios mais violentos do país. Desde 2015 está em prisão domiciliar. 

PARÁ: 130 PRISÕES DE PEDÓFILOS E ABUSADORES SEXUAIS


Essas 130 pessoas foram acusadas e condenadas por violarem os direitos sexuais de crianças e adolescentes. A maioria desses crimes refere-se a estupro de vulnerável - 80% dos casos - e a crimes cibernéticos referente a utilização de imagem de adolescente em situação de pornografia, com armazenamento e divulgação de fotos e vídeos, além de aliciamento e corrupção de menores.

terça-feira, 22 de maio de 2018

PREFEITURA MULTA ATÉ MÃE DELAMARE, QUE JÁ MORREU

A falecida ainda vai dar o troco, puxando o pé do Zenaldo

Lembram da Mãe Delamare, aquela que trazia o amado ou amada de volta, desfazia feitiços, jogava búzios, cartas e fazia trabalhos de descarrego? Ela morreu faz anos, mas nem depois de morta descansa em paz.

E não é, meus caros, que a vidente foi multada, em janeiro passado, pela prefeitura de Belém por afixar placas de sua tenda nos postes? A multa era de R$ 10 mil, uma parente da Mãe Delamare recorreu, justificando que a multada " já não está mais entre nós''.

O DIA AMANHECE E JÁ MATAM UM SARGENTO

Fonte da Polícia Militar informa ao Ver-o-Fato algo que já é a triste rotina de uma cidade acuada e amedrontada: a morte, no começo da manhã, de um policial militar.

ESTUDO DA UFPA ATESTA A CONTAMINAÇÃO

A lama vermelha armazenada nas bacias: fonte de contaminação
Carlos Mendes
 
O pesquisador Marcelo Lima, do Instituto Evandro Chagas, disse que o estudo do Centro de Geociências da Universidade Federal do Pará (UFPA) que constatou a existência de elementos radioativos como urânio e tório na bauxita de Paragominas que é processada em Barcarena pela mineradora norueguesa Hydro Alunorte, “é muito importante”, porque corrobora tudo aquilo que já estudei sobre outros agentes químicos e divulguei nos laudos sobre a contaminação de rios, igarapés e nas comunidades do município”.

segunda-feira, 21 de maio de 2018

CASO HYDRO: MEIO AMBIENTE E VIDAS HUMANAS NO JOGO DE XADREZ PROCESSUAL

Está cada vez mais interessante os bastidores judiciais em torno dos vazamentos e irregularidades nas operações na planta industrial da Hydro Alunorte, em Barcarena. Senão, vejamos: